As doenças cardiovasculares representam um conjunto de condições que afetam o coração e os vasos sanguíneos, sendo uma das principais causas de morbidade e mortalidade em todo o mundo. Neste artigo, vamos explorar alguns dos tipos mais comuns de doenças cardiovasculares tratadas por especialistas da cardiologia.

Doença Arterial Coronariana (DAC)

A Doença Arterial Coronariana, frequentemente abreviada como DAC, é uma das condições cardiovasculares mais prevalentes e preocupantes em todo o mundo. Esta patologia é caracterizada pelo estreitamento ou obstrução das artérias coronárias, os vasos sanguíneos que fornecem sangue rico em oxigênio ao músculo cardíaco.

Os sintomas da DAC podem variar de pessoa para pessoa, dependendo do grau de obstrução das artérias coronárias. Alguns indivíduos podem não apresentar sintomas, enquanto outros podem experimentar:

  • Angina: Dor ou desconforto no peito, que pode se irradiar para o braço esquerdo, ombro, pescoço ou mandíbula.
  • Falta de ar: Principalmente durante atividades físicas.
  • Fadiga: Sensação de cansaço constante.
  • Palpitações: Batimentos cardíacos irregulares.

Hipertensão Arterial

A hipertensão arterial, frequentemente chamada de pressão alta, é uma condição médica crônica caracterizada por uma elevação persistente da pressão do sangue nas artérias. Essa condição afeta milhões de pessoas em todo o mundo e é uma das principais causas de problemas cardiovasculares.

Sintomas

A hipertensão arterial é frequentemente chamada de “assassina silenciosa” porque, na maioria dos casos, não causa sintomas evidentes. Muitas pessoas vivem com pressão alta por anos sem saberem. No entanto, em casos de pressão arterial extremamente elevada, podem ocorrer sintomas como dores de cabeça, visão turva, tonturas e palpitações.

Insuficiência Cardíaca

A insuficiência cardíaca é uma condição médica crônica em que o coração não é capaz de bombear sangue de forma eficaz para atender às necessidades do corpo. Essa condição pode afetar pessoas de todas as idades, e é uma das principais causas de hospitalizações em todo o mundo.

Existem dois tipos principais de insuficiência cardíaca:

  • Insuficiência Cardíaca Sistólica: O músculo cardíaco não se contrai adequadamente, resultando em uma redução da capacidade de bombeamento do coração.
  • Insuficiência Cardíaca Diastólica: O músculo cardíaco torna-se rígido e não relaxa como deveria, o que dificulta o enchimento das câmaras cardíacas.

Os sintomas da insuficiência cardíaca podem variar em gravidade e incluir:

  • Falta de ar (dispneia): Geralmente piora durante a atividade física ou ao deitar.
  • Fadiga: Cansaço constante e falta de energia.
  • Inchaço (edema): Acúmulo de líquido nas pernas, tornozelos e abdômen.
  • Ganho de peso repentino: Devido à retenção de líquidos.
  • Tosse crônica: Às vezes com expectoração rosada.
  • Palpitações: Batimentos cardíacos irregulares.

Arritmias Cardíacas

As arritmias cardíacas são distúrbios do ritmo cardíaco que afetam a frequência e o padrão dos batimentos cardíacos. Os sintomas de arritmias podem variar de leves a graves e, em alguns casos, podem ser assintomáticos. Abaixo, estão alguns dos sintomas mais comuns associados às arritmias cardíacas:

  1. Palpitações: Sensação de batimentos cardíacos rápidos, fortes ou irregulares. Pode parecer que o coração está “pulando” no peito.
  2. Taquicardia: Aumento anormal da frequência cardíaca, geralmente acima de 100 batimentos por minuto. Isso pode levar a palpitações, tonturas e falta de ar.
  3. Bradicardia: Diminuição anormal da frequência cardíaca, geralmente abaixo de 60 batimentos por minuto. Pode causar tontura, fraqueza e desmaio.
  4. Falta de ar (dispneia): Pode ocorrer durante atividades físicas ou em repouso, especialmente em arritmias que afetam a capacidade do coração de bombear sangue eficientemente.
  5. Tontura ou Desmaio (síncope): A falta de fluxo sanguíneo adequado para o cérebro devido a arritmias pode levar à perda momentânea de consciência.
  6. Dor no Peito: Algumas arritmias, como a fibrilação atrial, podem causar dor no peito ou desconforto semelhante ao de um ataque cardíaco.
  7. Fraqueza e Fadiga: A redução do fluxo sanguíneo para o corpo devido a arritmias pode causar fraqueza, fadiga e cansaço constante.
  8. Pulso Irregular: Um médico pode detectar um pulso irregular ao examinar os batimentos cardíacos.
  9. Pressão Arterial Instável: Arritmias graves podem levar a variações na pressão arterial.

Doença Valvar

As doenças valvares cardíacas afetam as válvulas do coração, que controlam o fluxo de sangue através das cavidades cardíacas. Valvas cardíacas defeituosas podem resultar em vazamentos de sangue (insuficiência valvar) ou obstrução do fluxo sanguíneo (estenose valvar), prejudicando o funcionamento cardíaco.

Doença Vascular Periférica

A doença vascular periférica envolve o estreitamento ou bloqueio das artérias que não estão diretamente ligadas ao coração, como as das pernas e braços. Isso pode causar dor nas extremidades, úlceras e aumentar o risco de gangrena.

Cardiomiopatias

As cardiomiopatias são um grupo de doenças do músculo cardíaco, conhecido como miocárdio, que afetam a estrutura e a função do coração. Essas condições podem ser hereditárias ou adquiridas, e são caracterizadas por alterações no tamanho, espessura ou capacidade de contração do músculo cardíaco.

Tipos de Cardiomiopatias

Existem quatro principais tipos de cardiomiopatias:

  1. Cardiomiopatia Dilatada (CMD): Nesta forma, o músculo cardíaco fica dilatado e enfraquecido, resultando em uma redução da capacidade de bombear sangue. Pode ser hereditária ou adquirida, e é frequentemente associada a insuficiência cardíaca congestiva.
  2. Cardiomiopatia Hipertrófica (CMH): Caracterizada por um aumento anormal da espessura das paredes do ventrículo esquerdo do coração. Isso pode dificultar a saída do sangue do coração e levar a sintomas como falta de ar, palpitações e tontura.
  3. Cardiomiopatia Restritiva (CMR): Neste tipo, o músculo cardíaco fica rígido e menos elástico, dificultando o enchimento adequado das cavidades cardíacas. Isso pode levar a sintomas semelhantes aos da insuficiência cardíaca.
  4. Cardiomiopatia Arritmogênica do Ventrículo Direito (CAVD): Esta é uma condição rara em que o tecido muscular normal do ventrículo direito é gradualmente substituído por tecido cicatricial fibroso, tornando o coração mais propenso a arritmias potencialmente fatais.

Aterosclerose

A aterosclerose é uma condição cardiovascular crônica e progressiva que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. É caracterizada pelo acúmulo de placas de gordura, colesterol, cálcio e outras substâncias nas paredes das artérias, tornando-as mais estreitas e rígidas. Neste artigo, exploraremos em detalhes essa condição e seus impactos.

A aterosclerose geralmente não causa sintomas até que as artérias estejam significativamente obstruídas. Os sintomas podem variar dependendo das artérias afetadas, mas podem incluir dor no peito, falta de ar, claudicação (dor nas pernas ao caminhar) e sintomas de AVC.

Doenças Cardiovasculares Comuns

Clínica
Completa

Doenças Cardiovasculares Comuns

O Especialista
Certo

Doenças Cardiovasculares Comuns

Atendimento
Rápido

Doenças Cardiovasculares Comuns

Agende
Fácil

Doenças Cardiovasculares Comuns

Preços
Acessíveis

As doenças cardiovasculares representam um conjunto de condições que afetam o coração e os vasos sanguíneos, sendo uma das principais causas de morbidade e mortalidade em todo o mundo. Neste artigo, vamos explorar alguns dos tipos mais comuns de doenças cardiovasculares tratadas por especialistas da cardiologia.

Doença Arterial Coronariana (DAC)

A Doença Arterial Coronariana, frequentemente abreviada como DAC, é uma das condições cardiovasculares mais prevalentes e preocupantes em todo o mundo. Esta patologia é caracterizada pelo estreitamento ou obstrução das artérias coronárias, os vasos sanguíneos que fornecem sangue rico em oxigênio ao músculo cardíaco.

Os sintomas da DAC podem variar de pessoa para pessoa, dependendo do grau de obstrução das artérias coronárias. Alguns indivíduos podem não apresentar sintomas, enquanto outros podem experimentar:

  • Angina: Dor ou desconforto no peito, que pode se irradiar para o braço esquerdo, ombro, pescoço ou mandíbula.
  • Falta de ar: Principalmente durante atividades físicas.
  • Fadiga: Sensação de cansaço constante.
  • Palpitações: Batimentos cardíacos irregulares.

Hipertensão Arterial

A hipertensão arterial, frequentemente chamada de pressão alta, é uma condição médica crônica caracterizada por uma elevação persistente da pressão do sangue nas artérias. Essa condição afeta milhões de pessoas em todo o mundo e é uma das principais causas de problemas cardiovasculares.

Sintomas

A hipertensão arterial é frequentemente chamada de “assassina silenciosa” porque, na maioria dos casos, não causa sintomas evidentes. Muitas pessoas vivem com pressão alta por anos sem saberem. No entanto, em casos de pressão arterial extremamente elevada, podem ocorrer sintomas como dores de cabeça, visão turva, tonturas e palpitações.

Insuficiência Cardíaca

A insuficiência cardíaca é uma condição médica crônica em que o coração não é capaz de bombear sangue de forma eficaz para atender às necessidades do corpo. Essa condição pode afetar pessoas de todas as idades, e é uma das principais causas de hospitalizações em todo o mundo.

Existem dois tipos principais de insuficiência cardíaca:

  • Insuficiência Cardíaca Sistólica: O músculo cardíaco não se contrai adequadamente, resultando em uma redução da capacidade de bombeamento do coração.
  • Insuficiência Cardíaca Diastólica: O músculo cardíaco torna-se rígido e não relaxa como deveria, o que dificulta o enchimento das câmaras cardíacas.

Os sintomas da insuficiência cardíaca podem variar em gravidade e incluir:

  • Falta de ar (dispneia): Geralmente piora durante a atividade física ou ao deitar.
  • Fadiga: Cansaço constante e falta de energia.
  • Inchaço (edema): Acúmulo de líquido nas pernas, tornozelos e abdômen.
  • Ganho de peso repentino: Devido à retenção de líquidos.
  • Tosse crônica: Às vezes com expectoração rosada.
  • Palpitações: Batimentos cardíacos irregulares.

Arritmias Cardíacas

As arritmias cardíacas são distúrbios do ritmo cardíaco que afetam a frequência e o padrão dos batimentos cardíacos. Os sintomas de arritmias podem variar de leves a graves e, em alguns casos, podem ser assintomáticos. Abaixo, estão alguns dos sintomas mais comuns associados às arritmias cardíacas:

  1. Palpitações: Sensação de batimentos cardíacos rápidos, fortes ou irregulares. Pode parecer que o coração está “pulando” no peito.
  2. Taquicardia: Aumento anormal da frequência cardíaca, geralmente acima de 100 batimentos por minuto. Isso pode levar a palpitações, tonturas e falta de ar.
  3. Bradicardia: Diminuição anormal da frequência cardíaca, geralmente abaixo de 60 batimentos por minuto. Pode causar tontura, fraqueza e desmaio.
  4. Falta de ar (dispneia): Pode ocorrer durante atividades físicas ou em repouso, especialmente em arritmias que afetam a capacidade do coração de bombear sangue eficientemente.
  5. Tontura ou Desmaio (síncope): A falta de fluxo sanguíneo adequado para o cérebro devido a arritmias pode levar à perda momentânea de consciência.
  6. Dor no Peito: Algumas arritmias, como a fibrilação atrial, podem causar dor no peito ou desconforto semelhante ao de um ataque cardíaco.
  7. Fraqueza e Fadiga: A redução do fluxo sanguíneo para o corpo devido a arritmias pode causar fraqueza, fadiga e cansaço constante.
  8. Pulso Irregular: Um médico pode detectar um pulso irregular ao examinar os batimentos cardíacos.
  9. Pressão Arterial Instável: Arritmias graves podem levar a variações na pressão arterial.

Doença Valvar

As doenças valvares cardíacas afetam as válvulas do coração, que controlam o fluxo de sangue através das cavidades cardíacas. Valvas cardíacas defeituosas podem resultar em vazamentos de sangue (insuficiência valvar) ou obstrução do fluxo sanguíneo (estenose valvar), prejudicando o funcionamento cardíaco.

Doença Vascular Periférica

A doença vascular periférica envolve o estreitamento ou bloqueio das artérias que não estão diretamente ligadas ao coração, como as das pernas e braços. Isso pode causar dor nas extremidades, úlceras e aumentar o risco de gangrena.

Cardiomiopatias

As cardiomiopatias são um grupo de doenças do músculo cardíaco, conhecido como miocárdio, que afetam a estrutura e a função do coração. Essas condições podem ser hereditárias ou adquiridas, e são caracterizadas por alterações no tamanho, espessura ou capacidade de contração do músculo cardíaco.

Tipos de Cardiomiopatias

Existem quatro principais tipos de cardiomiopatias:

  1. Cardiomiopatia Dilatada (CMD): Nesta forma, o músculo cardíaco fica dilatado e enfraquecido, resultando em uma redução da capacidade de bombear sangue. Pode ser hereditária ou adquirida, e é frequentemente associada a insuficiência cardíaca congestiva.
  2. Cardiomiopatia Hipertrófica (CMH): Caracterizada por um aumento anormal da espessura das paredes do ventrículo esquerdo do coração. Isso pode dificultar a saída do sangue do coração e levar a sintomas como falta de ar, palpitações e tontura.
  3. Cardiomiopatia Restritiva (CMR): Neste tipo, o músculo cardíaco fica rígido e menos elástico, dificultando o enchimento adequado das cavidades cardíacas. Isso pode levar a sintomas semelhantes aos da insuficiência cardíaca.
  4. Cardiomiopatia Arritmogênica do Ventrículo Direito (CAVD): Esta é uma condição rara em que o tecido muscular normal do ventrículo direito é gradualmente substituído por tecido cicatricial fibroso, tornando o coração mais propenso a arritmias potencialmente fatais.

Aterosclerose

A aterosclerose é uma condição cardiovascular crônica e progressiva que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. É caracterizada pelo acúmulo de placas de gordura, colesterol, cálcio e outras substâncias nas paredes das artérias, tornando-as mais estreitas e rígidas. Neste artigo, exploraremos em detalhes essa condição e seus impactos.

A aterosclerose geralmente não causa sintomas até que as artérias estejam significativamente obstruídas. Os sintomas podem variar dependendo das artérias afetadas, mas podem incluir dor no peito, falta de ar, claudicação (dor nas pernas ao caminhar) e sintomas de AVC.

Doenças Cardiovasculares Comuns

Localização

Av. Paulo Alves da Costa, N°22, Qd.10, Lt 09/12
Parque Amendoeiras, Goiânia / GO

  • (62) 3202-9999
  • (62) 99825-6655
clinica-goiania

Clínica GEDDA: Agendamento Rápido pelo Whatsapp e Telefone

  • Acessibilidade Financeira
  • Ampla Gama de Especialidades
  • Horários Flexíveis
  • Atendimento Rápido
  • Equipe Multidisciplinar
  • Facilidade de Acesso
  • Atendimento Humanizado
  • Tecnologia a Favor do Paciente
  • Cetamina
  • Eletroconvulsoterapia (ECT)
  • Estimulação Magnética Transcraniana (EMT)
  • Consultas Psiquiátricas
Doenças Cardiovasculares Comuns

GEDDA Clinica Médica em Goiania

Mais de 15 Especialidades Médicas, Exames, Psicologia, Nutrição, Laudos, Tratamentos e Checkups

  • Acessibilidade Financeira
  • Ampla Gama de Especialidades
  • Horários Flexíveis
  • Atendimento Rápido
  • Equipe Multidisciplinar
  • Facilidade de Acesso
  • Atendimento Humanizado
  • Tecnologia a Favor do Paciente

Clínica GEDDA: Agendamento Rápido pelo Whatsapp e Telefone

Doenças Cardiovasculares Comuns
Depoimentos e Avaliações
Erica Patricia da Silva
Erica Patricia da Silva
17/01/2024
Uma clinica popular que é excelente nos atendimentos, a Dr Ana Paula que faz ultrassom é super educada e uma ótima profissional. Dr. Vitor Emmanuel maravilhoso.
Celena Mourao
Celena Mourao
05/10/2023
Essa clínica é ótima
Ieda Gonçalves De Aguiar
Ieda Gonçalves De Aguiar
03/08/2023
foi muito tranquilo, muito valiosa
Lingerie Resende
Lingerie Resende
03/08/2023
Profissionais de excelência! Parabéns